Afinal de Contas

por Marcelo Soares

 -

Marcelo Soares escreve sobre dados e o que eles podem revelar

PERFIL COMPLETO

Publicidade
Publicidade

As diferenças nas notas

Por Marcelo Soares

Chegou uma quantidade grande de comentários no post sobre as cotas.

Alguns questionavam o aspecto jurídico delas. A esses, recomendo o blog do Gustavo Romano. Outros questionavam o aspecto político. A esses, recomendo o blog É Tudo Política.

Dentro do tema do blog, alguns leitores questionaram o tamanho das diferenças. Por isso, voltei à tabela de ontem para fazer algumas comparações.

De fato, em apenas três cursos a nota de corte da cota 2 (estudantes negros e índios vindos de escolas públicas) foi maior do que a da ampla  concorrência: artes aplicadas, bacharelado em física e bacharelado em geografia.

Em 21 cursos, a nota de corte da cota 2 (estudantes negros e índios de escolas públicas) foi mais de 10% menor que a nota da ampla concorrência. Comparei com a tabela de áreas usada pela Fapesp. Desses cursos:

  • 9 são engenharias (agronômica, civil, de alimentos, de produção, elétrica – integral e noturno, mecânica, mecatrônica e química)
  • 3 são de ciências “exatas e da Terra”  (computação e química – bacharelado e licenciatura)
  • 1 é de ciências biológicas (farmácia)
  • 1 é de ciências agrárias (zootecnia)

Tem lá seu sentido, se lembrarmos das dificuldades que o ensino público tem para ensinar matemática. Dos outros sete cursos, os de ciências sociais aplicadas também têm sua cota de números:

  • 3 de sociais aplicadas (Administração – integral e noturno – e Arquitetura e Urbanismo)
  • 2 de humanas (Filosofia e Psicologia)
  • 2 de linguística,  letras e artes (Letras e Teatro)

As maiores diferenças estão aqui:

  • teatro (-27,58%)
  • engenharia elétrica integral (-23,25%)
  • engenharia química (-22,77%)
  • química bacharelado (-21,86%)
  • engenharia mecânica (-20%)

O que me espanta, na verdade, é o tamanho da diferença na nota de corte de Teatro.

Em outros 16 cursos, a nota de corte da cota 2 não foi nem 10% maior e nem 10% menor do que a da ampla concorrência.

Que comparações você faz?

Blogs da Folha

Mais acessadas

Nada encontrado
Publicidade
Publicidade
Publicidade