Afinal de Contas

por Marcelo Soares

 -

Marcelo Soares escreve sobre dados e o que eles podem revelar

PERFIL COMPLETO

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Conheça o “Censo” dos prefeitos eleitos no primeiro turno

Por Marcelo Soares

16212436

Neste domingo (2), 5.509 cidades brasileiras já definiram seus prefeitos. Você foi votar? Em São Paulo, quem não participou da escolha do prefeito (soma de brancos, nulos e abstenções) superou a votação do eleito no primeiro turno.

Dentre os políticos que foram eleitos, 11,5% são mulheres, 29,7% declararam não ser brancos (geralmente pardos) e 47,8% disseram não ter ensino superior completo.

Pouco mais de um terço dos eleitos (34,3%) nasceu na cidade que governará.

Em média, têm quase 49 anos de idade. A idade mínima para ser prefeito é 21, mas apenas dois dos eleitos eram assim tão jovens: Pedro Henrique Machado, de Alto Alegre (RR) e Leonardo Caldas Lima, de Milagres do Maranhão (MA). Na outra ponta, está Professor Josibias Cavalcanti, eleito em Catende (PE) aos 88 anos.

Todas as medidas variam por partido. Entre os mais de mil eleitos pelo PMDB, por exemplo, a média de idade é de 50 anos e meio. Em partidos menores, as médias variam mais. Os dois eleitos pelo PSOL têm em média 53 anos, a mais alta do Brasil. Já entre os cinco eleitos pela Rede, a média é de 42 anos.

Os três partidos que elegeram mais de 500 prefeitos, em média, elegeram 12% de mulheres. Já o PMB (Partido da Mulher Brasileira), que elegeu três prefeitos, tem dois terços de mulheres, apesar das críticas à quantidade de homens que fundaram a sigla.

Explore os dados abaixo. Clicando na quantidade de prefeitos eleitos por partido em 2016, você verá os dados mudarem.

Blogs da Folha